Pesquisar

Sociedade Bíblica do Brasil - SBB com o melhor da literatura cristã

quarta-feira, 18 de julho de 2018

Controle a Multidão

de Max Lucado

Olhe para trás. A multidão está a um passo atrás. Eles não consultam os seus pontos fortes nem sabem as sua história. Mesmo assim, eles parecem saber mais sobre sua vida do que você. Eles vão conduzir a sua vida se você os deixar.

Jesus não os deixou. “Quando Jesus viu a multidão ao seu redor, deu ordens para que atravessassem para o outro lado do mar.” (Mateus 8:18 NVI). Depois de um dia de ensino, Jesus “deixou a multidão e foi para casa” (Mateus 13:36 NVI). Cristo repetidas vezes escapou do barulho da multidão para ouvir a voz de Deus. Ele resistiu à corrente de pessoas ao se ancorar na rocha do seu propósito: empregar sua singularidade para chamar atenção a Deus. Jesus disse não para as coisas boas para que ele pudesse dizer sim à coisa certa: seu chamado singular. E ele chama a mim e a você para fazermos o mesmo.

terça-feira, 17 de julho de 2018

Nosso Trabalho Pode Ser a Nossa Adoração

de Max Lucado

Muitas pessoas detestam o seu trabalho. Se você é uma delas, tente mudar sua atitude para com o seu trabalho! Os olhos de Deus observam as obras das nossas mãos. Uma dona de casa mantém este aviso sobre a pia dela: “Obras divinas realizadas aqui diariamente.” De fato, trabalho pode ser adoração.

Pedro escreveu, “Vocês, são povo escolhido, reino de sacerdotes, nação santa, propriedade exclusiva de Deus. Assim, vocês podem mostrar às pessoas como é admirável aquele que os chamou das trevas para sua maravilhosa luz.” (1 Pedro 2:9 NVT). Então deixe que cada detalhe da sua vida, suas palavras, ações, seja o que for, seja feito em nome do Mestre, Jesus. (Colossenses 3:17). Você não se dirige para um escritório, mas um santuário. Você não frequenta uma escola, e sim um templo. Você pode não vestir a gola do clero, mas você podia, pois o seu trabalho é o púlpito de Deus!

segunda-feira, 16 de julho de 2018

Trabalhe com Entusiasmo Para o Senhor

de Max Lucado

Como seria se todo mundo trabalhasse com Efésios 6:7 em mente? “Trabalhem com entusiasmo, como se servissem ao Senhor, e não a homens.” (NVT). Imagine que ninguém trabalhasse para se satisfazer ou alcançar a meta do patrão, mas trabalhassem para satisfazer a Deus. Muitos empregos iam cessar instantaneamente: tráfico de drogas, roubos, prostituição, administração de boates ou cassinos.

Certos comportamentos iam cessar também. Se eu estiver consertando um carro para Deus, eu não vou cobrar demais aos filhos d'Ele. Imagine se todo mundo trabalhasse para uma audiência de Um. Cada enfermeira cordial. Cada policial cuidadoso. Cada professora esperançosa. Cada advogado habilidoso. Impossível? Não completamente. Tudo que precisamos é começar uma revolução mundial. Melhor que comece conosco!

sábado, 14 de julho de 2018

A Idade não é Sua Inimiga

de Max Lucado

Eu lembro alguns anos atrás quando meu médico disse, “Nada para se preocupar, Max – isso é muito comum em pessoas de meia idade!”

Não é horrível quando alguém lhe lembra? De todas as coisas com as quais você mais contava, tinha uma principal, e esta era a sua juventude. Só porque você está perto do topo da montanha, não siginifica que você passou o pico. Seus últimos capítulos podem ser os melhores. O que era para ter sido uma ilha de isolamento para o apóstolo João tornou-se um lugar de inspiração, e nos seus últimos anos de vida ele escreveu o último livro da Bíblia.

Quando J.C. Penney estava com 95 anos, ele afirmou, “Minha vista pode estar ficando mais fraca, mas minha visão está melhorando.” Muitos estão ansiosos pelo destino final. Espero que você esteja. E eu espero que você esteja pronto quando chegar em casa.

A idade não é inimiga. É um marcador de quilômetros – um lembrança suave de que o lar nunca esteve tão perto!

sexta-feira, 13 de julho de 2018

Trabalhe Pelo Senhor e Não Por Pessoas

de Max Lucado

Quando Michelangelo estava com cerca de trinta anos, o papa o convidou para pintar uma dúzia de figuras no teto de uma capela no Vaticano. Pintura não era a primeira paixão de Michelangelo, e ele quase recusou o projeto, achando que seria insignificante. Mas, ele aceitou e enquanto ele pintou seu entusiasmo aumentou. Quatro anos, quatrocentos figuras e nove cenas depois, Michelangelo havia mudado mais do que o teto da capela, ele havia mudado a direção da arte e do estilo da pintura na Europa.

O que foi que transformou uma obra de obrigação num ato de inspiração? Um observador perguntou porque ele focou tanto nos cantos da capela. “Ninguém irá vê-los”, a pessoa sugeriu. A resposta de Michelangelo? “Deus vai.” O artista devia conhecer a Escritura, “Sirvam aos seus senhores de boa vontade, como servindo ao Senhor, e não aos homens” (Efésios 6:7 NVI).

As + "Como Águia me Renovo"